Mudança Radical! – Adriana Pereira

Oi, gente!

Primeiramente, tenho que desejar aqueeeeeele 2015 pra vocês… cheio de tudo de bom dessa vida!
E por favor, continuem aqui com a gente, ok?

Segundo, nada melhor que começar o ano inspirando, não é?
Adriana entrou em contato com a gente pra contar sua história:

“Olá, vou tentar resumir minha história..rs…

Sou negra, do cabelo 4b e 4c. Quando criança usava tranças (minha mãe quem fazia), aos 9 anos fui apresentada ao velho pente quente e chapinha de fogão. kkkk… alguns anos depois, ao famoso Henê Maru, henê Pelúcia, algum tempo depois, Canicalon e acabei caindo na tentação: Química, guanidina, escova, chapinha. Cuidava e gastava muito com o meu cabelo, hidratava-o toda semana, mas não era suficiente. Sempre tentava recuperar o cabelinho quando a química o quebrava, assim foi uma vida.

20141029_133459-1

20141208_113016

No início de 2014 comecei a amadurecer a ideia de deixá-lo ao natural, mas como seria agora? Pensei em passar a máquina zero. Rsrsrs..decidido, não queria mais ser escrava da química, da chapinha, foi então que comecei a pesquisar e descobri um mundo para cabelos afro. BC? Não tinha ideia do que poderia ser, mergulhei na leitura de blogs, matérias…sim sim, teria que fazer algo, mas e a raiz dura? Em setembro fiz uma viagem para a Europa e adorei o estilo das europeias, aqueles lenços amarrados de todo jeito na cabeça…me fascinou, cheguei a comprar alguns em Paris e lá mesmo adotei o estilo. Detalhe: nunca fui muito estilosa, sempre básica.Quando retornei ao Brasil, as pessoas achavam o máximo. Procurei minha cabeleireira de confiança e a perguntei se ela teria coragem de cortar os meus cabelos (estavam no ombro). Entre o susto dela e a minha decisão ela aceitou… kkk! ( é que antes mal a deixava cortar meio dedo), ela pediu para que eu esperasse até dezembro para aquela raiz crescer um pouco mais. Então marquei data e tudo, seria para 27/12/14, mas o período de transição (onde se fica c/ duas texturas no cabelo, o crespo e o alisado), estava me agoniando. Tinha lido, não me lembro em que blog, que o período de transição não era para o cabelo e sim para o nosso psicológico e achei super certo. Ahhh…pedi à cabeleireira se podíamos antecipar o meu Big Chop…,ela concordou e foi no dia 08/12/14 que me deparei com um dia muito importante para a vida do meu cabelinho. Pensei que fosse chorar, que meu coração fosse disparar. Não não não, só a ansiedade, de me libertar daquelas amarras que me consumiam. Gente, foi um momento mágico, onde vi toda minha história, de vida “podre” saindo naquele cabelo com química. Quanto alívio…

20141208_141413

Não tinha muita noção de como ficaria, imaginamos mil e um jeitos, mas ficou super lindo. Estava me sentido livre, leve, solta e diva. kkkkkk! Foram poucas as pessoas que não simpatizaram muito, mas de verdade, desde a minha decisão, não estava preocupada com a opinião alheia. Mas a maioria adorou, elogiou, festejou comigo. Como é bom sermos nós mesmas…

20141218_141333
Caramba…poderia ficar aqui falando e falando sobre, mas seria ocupar muito o tempo de vcs…
Só uma dica: Só devemos mudar, quando esse sentimento estiver dentro de nós, isso eu chamo de maturidade, e sem nos preocupar com a opinião dos outros.
Eu? estou divando no meu new look!
Bjnhos
Dri”

Junto com a Dri, eu desejo pra vocês, nesse 2015, muita liberdade pra você você mesma!
Tá afim de aparecer por aqui? É só enviar suas fotos de antes e depois pra blackbarbaros@gmail.com, que você dá pinta no nosso blog e inspira um monte de gente que infelizmente ainda não tem coragem.

Todo o carinho nesse novo ano!
Babi

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s