Mudança Radical! – Maria Cláudia

Oi, gente!

Olha, tô tentando manter um ritmo com os experimentos, porque sei que vocês amam e nós precisamos saber o que tem de bom pro nosso cabelo. Mas ando recebendo tanto depoimento maravilhoso e inspirador que acho que quanto mais compartilharmos, mais nosso time aumenta. tenho visto um baaaaaanho de gente linda, livre e bem resolvida que inspira, e muito. Quer ver? Olha só:

“Olá.  Sou a Maria Cláudia, mineira de 29 anos. Venho contar a minha fantástica história de liberdade!

Nasci com os cabelos encaracolados, passei minha infância encaracolada, não entendia muito bem porque Deus tinha me feito assim, pensava que não gostava de mim o suficiente. Enfim, enquanto isso como toda menina brincava com as bonecas de cabelos escorridos e loiros, penteava os belos cabelos das minhas musas inspiradoras e até mesmo cortava-os com a ingenuidade de que eles cresceriam um dia. Coitadas, como essas barbies sofreram em minhas mãos de tesouras! Aos 12 anos fui estudar em um colégio particular e lá pude perceber o quanto eu era diferente das minhas colegas. Comecei a me achar muito feia e percebia que os demais colegas também tinham o mesmo pensamento que eu. Todas as meninas tinham cabelos lisos, algumas loiras, outras com olhos claros…E eu? A única moreninha e cabelos enrolados que viviam mais presos para não chamar mais atenção ainda.
Ai, como desejava ter os cabelos loiros e lisos da minha colega Ana Cláudia.  Muitas vezes me pegava sonhando com os seus cabelos durante a aula, principalmente quando não era uma matéria que eu gostava. Até que uma prima mais velha que tinha os cabelos enrolados como os meus apareceu com a cabeleira linda, baixinha e com a raiz lisa! Implorei para minha mãe dar um jeito no meu grande problema. Com muita insistência ela cedeu contrariada e me levou até a cabeleireira para alisar minhas madeixas.
A partir dos 13 anos comecei a alisar 
meus cabelos, comecei a me achar bonita e percebi que as pessoas também começaram a pensar como eu. Cada ida no salão para alisá-los era uma alegria, contava os dias para ir ao salão e em razão disso minha vida toda começou a girar em torno dos alisamentos. Tinha muito cabelo e com o produto ele começou a cair eu achava o máximo, como tinha muuuuito cabelo, queria era isso mesmo: perder muitos fios, para então ele ficar domado e baixinho.

unnamed

Como pode, eu já cheguei a puxá-los com força durante a lavagem para que eles caíssem. Meu Deus, como fui idiota! Com o tempo passei a querer mais e mais meus cabelos lisos, foi quando mudei de cabeleireira e de produto e pra minha surpresa! No dia seguinte quando fui lavar o cabelo, a minha parte da frente embolou toda, passei creme pra desembaraçar e quando coloquei o pente, o cabelo simplesmente saiu da minha cabeça e foi parar todo no pente. Fiquei arrasada,vocês imaginam né? Tive que usar faixa durante muito tempo pra tampar as falhas, não tenho fotos dessa época graças à Deus, não gosto nem de lembrar!
Mas 
ainda sim continuei alisando o cabelo, religiosamente a cada 3 meses. Bem, com relação a minha auto-estima ela foi ficando baixa cada dia, pois via que o meu cabelo nunca seria o que sempre sonhei. Daí conheci um tal tratamento revolucionário e caro, chamado Recondicionamento Térmico, fiz a primeira aplicação e me amarrei, meus cabelos ficaram lisos, porque não dizer escorridos e brilhantes, porém com dois meses a raiz já crescida dava pra ver a diferença com as pontas super lisas. Fiz o Recondicionamento 3 vezes e com o tempo percebi que meu cabelo estava fino demais, meu cabelo não ficava mais bonito, caia muito e dava pra ver até o meu couro cabeludo. Fiquei surpresa em uma foto que tirei na praia quando havia acabado de fazer o tratamento e praticamente meu cabelo tinha acabado. Vi que se não tomasse uma atitude iria ficar CARECA!!!! A partir daí, tomei a consciência que deveria pensar no meu cabelo a longo prazo e porque não deixá-los naturais como antes? Fiz um intensivão de pesquisas na internet de mulheres que passaram pela transição, assisti vários vídeos e depoimentos e o melhor vi que era possível ter o cabelo enrolado, bonito e brilhante!!!

Decidi então a não usar mais química e passei a deixá-lo natural,mas as pontas estavam horríveis. Nada enrrolava, aí comprei um baybiliss e fazia todo dia, meu cabelo ficava lindo, todos elogiaram a transformação, porém dava muito trabalho, além de queimar meu cabelo. Então, depois de 10 meses sem química decidi fazer o BIG CHOP. Foi a MELHOR DECISÃO QUE TOMEI!

Estava super decidida e não levei nenhum choque quando me vi de Joãozinho. Comprei uns lenços lindos e passei a usá-los. Me senti livre e o meu olhar mudou!!! As pessoas mais próximas começaram a me elogiar e todas disseram que eu tinha ficado muito bonita. E realmente me sentia bonita por dentro e por fora. Hoje, percebo o quanto é belo e digno assumir as suas raízes, principalmente assumir a minha Raiz negra com muito orgulho!!! Até os homens começaram a me olhar de modo diferente, de admiração mesmo. Não que isso seja o mais importante pra mim, mas fez parte do pacote especial que eu conquistei!

unnamed (1)

unnamed (2)

unnamed (3)

Bem, espero que tenham gostado da minha história e querem um dica? SEJA LIVRE! ISSO É SER FELIZ!!!!”

A Maria Cláudia é mais um exemplo do que eu canso de dizer aqui: quando nós percebemos a nossa beleza, não tem preconceito que resista!
Cada depoimento, cada antes e depois que recebo é uma prova de que existe um mooooooonte de gente linda, consciente e livre por aí! Parabens, Maria Cláudia!

Quem também já passou pela transição, tá exibindo um cabelão LIIINDO de morrer e quer dar pinta aqui pelo blog, é muito fácil: manda sua história e suas fotos pra blacksbarbaros@gmail.com, ok?

E como disse a Maria Cláudia, SEJAM LIVRES!

Todo o carinho,
Babi

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s