Experimentos Parte #43: Restauração e Força

Oi, gente!

Desculpem pela demora. A resenha tardou, mas não falhou!

Esse é mais um daqueles experimentos pra quem ainda, depois de todos os meus esforços, não acredita no poder da hidratação. Já postei fotos do meu cabelo super ressecado antes da hidratação, mas dessa vez a situação tava tão feia pro meu lado que não tive coragem! Relaxei um pouco a raiz há três semanas e ainda não tinha feito uma hidratação decente. Quer dizer? Ressecado, farofado, opaco e tudo de mais difícil pra encarar!
Não tinha outra saída: partir pra restauração!

Pra shampoo e condicionador, utilizei a linha Ox Oils, que já tinha experimentado na versão nutrição. Cheiro bom, consistência boa e o resultado é ótimo.

20131009-075221.jpg

Depois de lavar bem com shampoo, hidratei com um creme que encontrei numa farmácia perto do meu trabalho, o Reconstrutor de Massa da Wever. Não conheço a marca, mas a composição tinha Panthenol e Queratina, o que já vale mesmo pra restaurar os fios. Não é tão consistente, mas o cheiro é bom e envolve bem os fios.

20131009-082232.jpg

Massageei bem, mecha a mecha, e deixei agir por 25 min, como manda o rótulo. Retirei com muita água fria, usei o condicionador, e olha só o resultado:

20131009-081150.jpg

20131009-081306.jpg

É o que eu digo, gente: é só seguir o cronograma direitinho, que não tem erro: vocês vão exibir o crespinho com gosto!

Espero que tenham gostado!
Todo o carinho,
Babi

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Danúbia disse:

    Vc relaxa o cabelo perdeu pontinhos comigo….

    1. Danúbia, tudo bem?

      Olha, vou dizer pra você o que já disse algumas vezes aqui no blog: usar tratamento químico não é pecado nem é proibido pra quem tem cabelo crespo. Não altero muito a minha estrutura capilar e nem agrido os fios e raiz. Relaxo um pouquinho pra dar maleabilidade e pra ganhar comprimento, porque gosto do tamanho médio. E nunca senti culpa nenhuma por isso.

      O tratamento químico, assim como as hidratações, devem ser aliadas do cabelo crespo, e não inimigas, como temos visto durante todos esses anos. Nós, mulheres negras, já fomos obrigadas a tanta coisa na nossa história… se usar cabelo 100% natural fosse uma obrigação, estaríamos “presas” do mesmo jeito. O que prego e sempre preguei aqui no blog é, acima de tudo, a liberdade – de entender o seu próprio cabelo e partir daí utilizá-lo do jeito que quiser. Eu sei exatamente como o meu cabelo nasce, como cresce, e sei como cuidar. Aqui no blog eu defendo algo bem maior do que simplesmente “não usar química”. Eu defendo o direito de usarmos o nosso cabelo como quisermos, de ter informação suficiente nos meios de comunicação, de termos profissionais que entendam o nosso cabelo, de termos produtos que atendam à nossa necessidade. O dia que chegarmos à esse patamar – e acredito que nós conseguiremos – ser 100% natural será só um detalhe.

      Um beijo! Espero que tenha compreendido e que não fique chateada comigo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s