Sobre o Cabelo Crespo – O que Precisamos Saber

Oi gente!

É sério: não vou mais pedir desculpas sobre meus desaparecimentos. Já tô ficando sem graça!
O tempo tá apertado e eu tô trabalhando feito doida. Mas não vou deixar o blog, prometo. Não consigo mais ficar sem esse espaço! E podem cobrar, de verdade. Mandem recado na fanpage, me joguem ovos se me encontrarem na rua. Estamos aí! Hahahahaha!

Pois então: seguindo aquela minha velha máxima de procurar uma coisa e achar outra bem mais legal, encontrei no fundo de uma loja uma revista para cabeleireiros. O que me chamou [gritou] a atenção: era um especial sobre cabelos crespos! :O
Tinha que comprar pra contar pra vocês. Não que eu vá virar cabeleireira, mas tem muuuuuuuuuita informação que me abriu um novo mundo capilar! Simbora conferir?

O CABELO CRESPO É DELICADO.  Pode não parecer, mas é. Primeiro pela estrutura em forma de espiral, o que dificulta a passagem da oleosidade da raiz para as pontas. Por isso as pontas ressecadas, que tendem ao ressecamento e à quebra, mais poroso e mais frágil à tração física. A estrutura das nossas melenas também dificulta muito na maleabilidade, e isso é mais sentido por nós, na hora de pentear. E o que mais me impressionou: enquanto a cutícula do cabelo liso apresenta cerca de 12 camadas, o nosso só tem 08. Agora vocês entendem porque o cabelo crespo não aguenta mistura de química? Os tratamentos atingem o córtex do nosso fio muito mais rápido e são muito mais agressivos, por isso muita gente acaba vendo o cabelo descer pelo ralo!

O CABELO CRESPO NÃO CRESCE MAIS DEVAGAR. Acho que essa máxima já é meio ultrapassada, né? Nosso cabelo parece crescer menos por causa da estrutura, somente. Se você “esticar” o fio, vai ter noção do tamanho real do seu cabelo.

O CABELO CRESPO ESTÁ MAIS PROPENSO À PROBLEMAS. Justamente por causa dessa sensibilidade, nosso cabelo tem mais tendência à quebra, opacidade e abrasão (o bendito frizz insuportável!). Vocês percebem que tudo gira em torno da estrutura do fio crespo, correto? Então, é por isso que temos que conhecer muito o nosso cabelo pra que o tratamento se adeque totalmente
à ele. E aí, é só exibir um blackão LINDO!

Vamos às dicas “pulo do gato”:

– Os shampoos devem ser desembaraçantes e condicionantes, pra que se facilite o penteado, hidrate e proteja os fios. Evitem os shampoos com ação detergente muito forte. O intervalo de uso desse tipo de shampoos deve ser de 10 dias;

– Os tratamentos químicos deixam os cabelos mais sensíveis e suscetíveis à danos. Por isso, pra quem faz qualquer tipo de transformação, é bom caprichar nas hidratações à base de queratina, pra recuperar e selar os fios;

– Para diminuir a porosidade, utilize shampoo e condicionador com PH baixo, de preferência, abaixo de 4.0, para manter as cutículas fechadas;

– Não mantenha a cabeça úmida. o PH da água á maior do que o PH do nosso cabelo, e se mantivermos o cabelo molhado, as cutículas tendem a ficar mais abertas.

Calma que ainda não acabou, minha gente! Pra quem tá em transição e ainda tem pontas alisadas, eles ensinam a dar volume ao cabelo! Olha que máximo:

foto1

O resultado é esse aqui:

foto2

Não sei vocês, mas teve muita coisa que eu li e vou carregar pra vi-da!

Espero que tenham gostado!
Todo o carinho,
Babi

Fonte: Curso Para Cabelereiro n° 9, da Cabelos & Cia. http://www.revistacabelos.com.br

Anúncios

6 comentários Adicione o seu

  1. Vanessa disse:

    amei o post. bj bj

    1. Obrigada, Vanessa!

      Super beijo!

      1. Solange S. E. S. Borges disse:

        Adorei as dicas.

  2. Andrea Machado disse:

    Muito bom mesmo ! Aprendi coisas novas, parabéns por divulgar isto !

  3. Nathalia Carneiro disse:

    ola! quais marcas de shampoo vc indica? quais são menos agressivas?

    1. Oi, Nathalia! Tudo bem?

      Vai na nossa sessão de experimentos, do lado direito do layout do blog. Ali tem vários shampoos e condicionadores pra cada tipo de hidratação, ok?

      Todo o carinho,
      Babi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s