Diário da Transição – Cuidados com o Cabelo Parte II

Oi, geeeeente!
Primeiramente, pedir desculpa pelo tempo sem postar. Fiquem com internet só no celular e o sinal não ajudou em NA-DA! Não rolou!
Voltando hoje com mais um diário de transição da Rachel, com mais um moooonte de informação importante. Simbora?

Olá, meninas!

Mais uma sexta e mais um diário da transição.

Como o post de semana passada seria gigantesco, decidi dividir em duas partes. Hoje vou mostrar os cremes de pentear e outros produtos que utilizo e como finalizo meu cabelo.

Assim como os cremes para hidratação, comprei poucos cremes para pentear. Fui bem seletiva, pois quero acabar com os produtos antes de comprar novos. Claro, houve exceção, mas foi tudo bem baratinho.

Creme de pentear é difícil de dar indicação, pois depende muito do tipo de cabelo e do efeito que se deseja. Por exemplo, quando eu usava química, preferia cremes mais leves para não pesar e desmanchar as poucas ondulações que eu tinha. E isso funcionava muito bem do início ao meio da transição, mas nessa reta final não rolou. Minha raiz está muito alta e o creme muito leve não dá peso e nem definição, por isso tenho que usar outro produto para segurar.

Investi mais em produtos para potencializar as hidratações, como o bepantol, óleo de rícino e outros óleos (são minerais, mas eu não faço low/no poo), mas como eu disse no post anterior, não consegui acertar muito bem com as potencializações nessa fase de transição.

Então vamos aos produtos que eu tenho usado? Como a iluminação tem andado ruim esses dias, e eu não estava com paciência para editar foto (estou editando um ensaio fotográfico e não gosto de misturar e realmente não tenho paciência para várias edições diferentes ao mesmo tempo) peguei as fotos do produto na internet.

Creme de Pentear

Como eu disse, são os mesmo de antes da transição. Comprei apenas três cremes novos e um gel. O bom do gel é que define muito bem os cachinhos, mas não posso usar muito ou todo dia, pois meu cabelo resseca. Esse é um relato que percebi de pessoas com o cabelo tipo 4, em especial 4B/C. Não vi muita gente com cabelo tipos 2 e 3 reclamando desse aspecto. Na hora de usar, melhor colocar só um pouquinho para aprender a controlar a quantidade ideal.

Dos cremes que eu tenho os que menos gosto são os Yamasterol. Quem frequenta fóruns, grupos ou comunidades para cabelos crespos e cacheados sabem a fama desse produto. Ele é bem antigo e baratinho, usei quando era criança. Para vocês terem uma ideia, comprei o potinho pequeno do tradicional, que tem 90g e paguei R$0,99 R$1,99. O banco, com 200g foi R$ 3,49. Entretanto, meu cabelo não amou. Ele fica brilhoso e macio, mas não ajuda na formação de cacho.

Claro que formar cacho não é a função dos cremes de pentear, como o nome diz, ele é para facilitar o ato de pentear. Para ajudar a formar cachos, temos que utilizar um ativador. Mas tem creme que por ser mais grossinho ajuda e muito nisso. Não foi o caso desses. Deixei eles meio encostados enquanto não faço o BC. Talvez com o cabelo todo natural esses cremes se comportem diferente.  Mas como o Yamá é um creme multifuncional, ele também pode ser utilizado como condicionador (se não me engano o branco é liberado para low poo e o amarelo para no/low poo) e como creme de massagem. Eu já utilizei no co-wash (lavagem só com condicionador) e gostei, mas quero usar como creme de pentear.

Os cremes que mais gosto são o Wella Pro Series Hydration, acho a consistência ideal para meu cabelo, assim como o Iluminação da Cor da Acquaflora. E como ativador de cacho uso o Finishing Touches da Hair Shine e o 7 em 1 S.O.S Capilar da Hidran.

1

Potencializadores e Finalizadores

Os potencializadores que tenho são o Bepantol líquido, que é a vitamina B5, os óleos de jaborandi, babosa e karité e as ampolas de vitamina. As ampolas e óleos não são puras, ou seja, tem silicone e/ou óleo mineral. No post passado escrevi que o melhor era usar os óleos vegetais e as ampolas puras, mas enquanto não po$so comprar, utilizo esses que são baratinhos. Custam em média R$ 2,50 os óleos e R$ 1,00 as ampolas. O truque para não pesar o cabelo é usar pouca quantidade. Como vai ser diluído no creme de massagem ou no borrifador, a quantidade não é suficiente para encapar o fio.

Eu utilizo 2 gotas de cada óleo no creme de massagem e não sinto o meu cabelo grudento e mesmo quando lavo só com condicionador sinto ele limpo, sinal que não está acumulando produto nos fios.

Utilizo os potencializadores também para pentear o cabelo no day after. Sabe o dia seguinte à hidratação em que não queremos pentear o cabelo? Ou quando está muito frio e não há a menor condição de molhar os fios? Eu costumo colocar em um borrifador água filtrada, um pouco de creme de pentear, bepantol e algum desses óleos. Agito para que tudo se misture e borrifo nas partes que estão desarrumadas. Fica um leite de pentear, muito prático.

Já os finalizadores são dois: o Óleo de Coco da Novex e o Óleo Extraordinário da Elseve. Gosto muito dos dois, especialmente o da Elseve, pois é leve e deixa o cabelo macio e brilhoso.

Após passar o creme, deixo o cabelo secar o máximo possível e aplico um dos dois óleos. Prefiro passá-los com o cabelo quase seco por dois motivos: 1º desliza melhor nos fios; 2º evita que erre a dose e o cabelo fique melecado.

2

Como penteio o cabelo?

Antes de começar a transição, eu penteava o cabelo daquela velha forma: passava o creme no cabelo, penteava com pente de dentes largos e depois amassava. Foi assim durante toda a minha vida, não conhecia outra forma.

Com o início da transição, descobri que tinha que passar o creme por seções para que não ficasse aquele “murundu” embaixo e duro em cima. Já melhorou bastante o resultado final. Até o quarto mês eu utilizava o pente de dentes largos, mas meu cabelo estava quebrando tanto que passei a usar somente os dedos. Foi aí que descobri a técnica da fitagem.

A fitagem pode ser utilizada em cabelo de qualquer cabelo cacheado. No youtube tem muitos vídeos sobre a técnica. Ela consiste em separar o cabelo em seções, aplicar o creme mecha a mecha e enluvar, essa é a fitagem. As meninas de cabelo cacheado passam uma escova de cerdas sintéticas durinhas para separar cada cacho. No meu não dá, pois embola na parte com química, então eu passo o dedo entre os fios e os cachos vão separando e definindo. No fim dou uma amassada nas pontas. Percebi que até as pontas com química enrolam mais com essa técnica. Coloquei o vídeo abaixo para vocês verem a técnica.

https://www.youtube.com/watch?v=lC9bib-jlUI

Outra forma legal de pentear o cabelo, mas que nunca usei porque meu cabelo é curto, é a técnica do plopping. Não sei se dá certo em cabelo crespo, mas em cabelo tipo 2 e 3 fica ótimo.

O plopping nada mais é que envolver o cabelo em uma toalha (de preferência de microfibra) ou um tecido de algodão. Você estende a toalha sobre uma superfície e jogando os cabelos para frente vai acomodando sobre a toalha. Depois enrole as pontas da toalha como se fossem uma bala e prenda atrás. Espere até ficar quase seco e solte. Os cachos ficam bem definidos. Vou deixar um vídeo explicando, pois a minha não foi muito boa, rs.

https://www.youtube.com/watch?v=-iEUvUzO0q0

É isso meninas. Esses são meus cuidados com os cabelos. Tudo bem simples, né? Eu gosto de praticidade, então se tudo for muito complexo eu acabo ficando com preguiça e largo de mão.

Me contem os cuidados de vocês.

Beijos,

Rachel

Anúncios

5 comentários Adicione o seu

  1. Maria Amélia disse:

    O fase difícil! Valeu mais esta Rachel.

    1. Rachel Vianna disse:

      De nada Maria Amélia! Estamos aqui para o que precisar.
      Bjs.

  2. carolpente disse:

    Olá Rachel… Tenho acompanhado seu diário de transição… sei que é bem difícil, afinal, estou passando por isso também…Adoro todos os cremes que vc sugeriu…Uso todos, menos o maldito yamasterol. (cofesso que não me adaptei, meu cabelo é tipo 3).

    Tenho uma outra sugestão, de misturar em qualquer um desses cremes 50 ML de Glicerina Bidestilada (marca LBS), assim os cabelos terão brilho próprio e prolongado por muito mais tempo (consigo ficar sem lavar por 2 dias, usando apenas os ativadores de cachos nesses períodos).

    É isso aí, logo postarei fotos da minha transição.

    Beijos pra geral.

  3. Vanessa disse:

    Pra quê serve os potencializadores? Adorei o post, anotei o nome dos produtos, e espero que eu consiga fazer conforme foi explicado! Demais! =D

  4. Vanessa disse:

    Só mais uma dúvida, Rachel. Eu passo o creme de pentear, penteio o cabelo e depois eu passo o ativador de cachos, e depois de ter passo o ativador de cachos, eu passo os potencializadores e finalizadores, é isso? Fiquei confusa com esses “potencializadores e finalizadores” =s.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s